> Home > Catálogo<<Voltar
Mudar o tamanho da letra    
aminhocadasorte_FIXO.jpg

A minhoca da sorte
Autor: 
Formato: Impresso
Ilustração: Elisabeth Teixeira
Faixa etária: A partir de 07 anos
Trabalho interdisciplinar: Português
Indicação: 2º Ano (EF1), 3º Ano (EF1)
Área: Ficção
Assunto: Afeto, Amizade, Solidariedade
Temas contemporâneos: Diversidade cultural, Pluralidade Cultural
Dimensões do produto: 22,00 X 24,00
Número de páginas: 36
ISBN: 9788516061722
Código do produto: 12061722

Leitura indicada para:

Buriti Plus

Disciplina: Português (Buriti Plus)

Volume/Ano: 2º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 05

Projeto Buriti

Disciplina: Português

Volume/Ano: 2º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 08

Disciplina: Português (Buriti 3a edição)

Volume/Ano: 2º Ano

Unidade/Capítulo: Unidade 8

Preço sugerido: R$ 58,00
Imagem em alta resolução
Projeto de Leitura - Material para o professor
Release
Envie por e-mail
Imprimir
Prêmios

FNLIJ - ACERVO BÁSICO 2010, CATEGORIA CRIANÇA


CATÁLOGO DE BOLOGNA, 2010 

Sobre a obra

A minhoca da sorte conta a história de um solitário pintinho que vivia num terreno baldio, sem pai nem mãe. Embora soubesse se virar bem sozinho e sempre conseguisse arranjar alguma coisa para comer, ele sentia falta de ter alguém para brincar, que lhe ouvisse e lhe contasse histórias, alguém que o abraçasse quando estivesse triste. Um belo dia, um milho caiu no terreno baldio como se caísse do céu: imediatamente o pintinho fez dele seu milho da sorte. Finalmente todos os seus desejos seriam realizados. Acontece que, justamente quando fechou os olhos para fazer o pedido, um bem-te-vi passou e engoliu o milho. O pintinho, que nada tinha visto, achou que quem tinha engolido o milho tinha sido uma minhoca que passava por ali. Não deixou por menos: adotou-a como sua minhoca da sorte. Acontece que, mal o pintinho fechou os olhos para repetir o pedido, também a minhoca foi abocanhada pelo guloso bem-te-vi... Sem ver seu bichinho da sorte, o pintinho foi seguindo o bem-te-vi para longe: passou por uns meninos batendo bola, que o convidaram para jogar; passou por um velho na rede, que lhe contou um bocado de histórias, até chegar a uma simpática galinha-d'angola, que logo o abraçou entre o calor de suas penas, prontamente reconhecendo seu filhote perdido, que dias atrás tinha caído do galinheiro. E eis que o pintinho, sem milho ou minhoca da sorte, viu satisfeitos todos seus desejos mais íntimos...

 

Sobre o autor
Ana Maria Machado
Ana Maria Machado nasceu no Rio de Janeiro em 1941. Tem quase 40 anos de carreira, mais de cem livros publicados no Brasil e em mais de 17 países, somando mais de 18 milhões de exemplares vendidos.

Ficou conhecida como escritora, tanto pelos livros voltados para adultos como aqueles voltados para crianças e jovens. Em 1993, tornou-se hors-concours dos prêmios da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Em 2000, ganhou o prêmio Hans Christian Andersen, considerado o prêmio Nobel da literatura infantil mundial. E em 2001, a Academia Brasileira de Letras lhe deu o maior prêmio literário nacional, o Machado de Assis, pelo conjunto da obra.
Datas comemorativas
20 de março - Dia Internacional do Contador de Histórias
Você pode se interessar por
 
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.